Teste vocacional: como funciona?

Teste vocacional, já ouviu falar? Quando estamos no final do ensino médio, a escolha para iniciar um curso superior pode ser fácil para alguns estudantes, mas para a maioria, nem tanto. Embora, em muitos casos, seja um momento de questionamentos, dúvidas, angústias que realmente deixam o aluno sem saber o que fazer, especialmente, se estiver na fase pré-vestibular. Existe uma urgência em responder perguntas sobre quais são suas vocações e o que você vai fazer no futuro.

Muitos vestibulandos, procuram realizar o teste vocacional, para avaliar a personalidade e as características psicológicas e encontrar um perfil profissional e uma carreira em que possa se encaixar.

 E aí, já fez algum teste?

A realização do teste é importante, ele vai te ajudar a traçar pontos fortes da personalidade, habilidades e aptidões, medir a percepção, a memória, o raciocínio e o nível de interesse. No entanto, parece loucura, não é mesmo? Mas para descobrir todas essas habilidades, existem profissionais capacitados que fazem entrevistas individuais de inteligência e personalidade.

Esse processo de autoconhecimento e descoberta ajuda o estudante a identificar melhor quais as características que podem nortear a busca pela carreira profissional. Com o acompanhamento adequado, você pode conseguir informações do mercado de trabalho e de novas áreas de atuação que vão surgindo com o tempo.

Como deve ser feito?

Um programa sério de orientação vocacional deve ser feito de uma maneira personalizada. Embora essa ajuda pode ser encontrada em centros de orientação profissional dentro de faculdades de psicologia. Também existem clínicas e serviços que atendem estudantes e plataformas de ensino que dão esse apoio. Sobretudo o teste e a metodologia precisam ser elaborados por psicólogos de uma forma específica para cada aluno.

As questões feitas ao estudante são relacionadas com diferentes situações da vida, para entender o que agrada o aluno, identificando em qual tipo de carreira ele se encaixa melhor. Não pense que só o teste irá ajudar, o estudante precisa ser um profissional determinado e ter algumas características pessoais, como competência, habilidade, talento e proatividade.

O teste vocacional surge com a possibilidade de dar suporte ao aluno, entretanto, ele não vai ajudar com todas as respostas. Ainda assim, irá ajudar com todo o autoconhecimento adquirido com o processo. No final, é você quem vai tomar essa decisão tão importante, mas com mais tranquilidade do que antes.

E aí, entendeu melhor como funciona o teste vocacional? Gostou do artigo? Então, não perca nenhuma novidade em nosso blog para ficar por dentro de tudo o que é valioso para o seu futuro!

Aqui, na Sala do Saber, você encontra todos os cursos possíveis que podem te dar aquele help para o futuro, como o curso de Inteligência Emocional e de Orientação Profissional, que te guiam e te preparam traçando os pontos fortes da sua personalidade, de suas habilidades e aptidões, como também medindo a percepção, a memória, o raciocínio e o nível de interesse.

Somos a plataforma on-line de estudos mais completa do Brasil! Clique aqui e conheça mais. Um abraço e conte com a Sala! 😉

Equipe Sala do Saber.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Siga-nos nas redes sociais
Assine nosso Newsletter
fique conectado

Inscreva-se para receber nosso conteúdo e notícias!